Perfil do Engenheiro

A Engenharia de Computação tem como objetivo a aplicação da ciência da computação e o uso da tecnologia da computação na solução de problemas de engenharia. Destina-se à formação de profissionais capazes de atuar principalmente em áreas em que existe uma forte integração entre software e hardware, como automação industrial, sistemas paralelos e distribuídos, arquitetura de computadores, sistemas embarcados, robótica, comunicação de dados e processamento digital de sinais.

Em comparação com outros profissionais de Computação e Informática, o Engenheiro de Computação é mais direcionado a sistemas onde os computadores não são os únicos agentes que influenciam o meio. O tipo de informação principal dos demais profissionais de Computação e Informática são os dados, grandezas geradas, processadas e utilizadas por computadores. O Engenheiro de Computação raciocina também em termos de sinais, informações geradas externamente e/ou produzidas para atuar sobre o meio externo. Para tanto, a formação em Engenharia de Computação deve propiciar aos seus alunos: 

  • Uma boa formação básica nos fundamentos científicos relevantes das Ciências Exatas e Naturais, principalmente na Matemática, e nos conhecimentos tradicionais associados à formação básica em Engenharia e Computação;
  • Uma formação profissionalizante específica nos aspectos ligados à arquitetura dos sistemas computacionais em relação aos seus componentes físicos, lógicos e às aplicações da Computação em vários problemas de Engenharia;
  • Uma formação profissionalizante geral que envolve os conteúdos fundamentais da Computação e alguns aspectos da Eletrônica e Eletricidade.

 Especificamente no caso do Engenheiro de Computação, que se pretende formar na UFPB, a formação tradicional será complementada por habilitações em Engenharia de Sistemas Embarcados, Sistemas e Controle Inteligentes e Engenharia da Informação. Em tais habilidades estão enfatizados aspectos ligados a campos particulares da Engenharia de Computação, como o desenvolvimento de hardware específico, robótica cognitiva e transformação de informação em conhecimento.

Com esta formação, o perfil profissional do Engenheiro de Computação é o de um profissional com formação em engenharia de computação, apto a criar, especificar, conceber, desenvolver, adaptar, produzir, instalar e manter sistemas computacionais, bem como perfazer a integração dos recursos físicos e lógicos necessários ao atendimento das necessidades computacionais de organizações em geral.